Sabedoria Popular

Corre por aí que o bom cozinheiro não é só aquele que faz altos pratos com altos ingredientes, mas aquele que do nada faz o muito. E de fato algumas das melhores comidas são as mais simples. Quer apostar? Então vamos lá.
Experimente provar um pão quentinho com manteiga de verdade. Sim, porque há manteiga de mentira ou então rodelas de tomate italiano regadas com um fio de azeite extra virgem e uma nuvenzinha bem rala de sal. Aí meu Deus! Tente também um spaghetti  cozido no ponto certo ao alho e óleo.Mas, aposta à parte queria propor uma receita básica, básica prosaica até.

Trata-se da canja

Uma simples e singela canja da qual eu venho me lembrando insistentemente ultimamente. Canja da minha mãe, canja da minha avó, canja da minha tia. Sabor de infância! Explico: Segundona brava muita coisa para fazer na rua, frio com chuva... Ao chegar em casa comecei a ter a sensação de que ficaria gripada, uma mistura de cansaço com sintoma de gripe. Como adoro sopa e sempre achei que um bom caldo cura tudo, meu corpo cansado me propôs que uma revigorante canja seria minha única salvação.
Arrumei forças e fui direto para o “lugar de gente feliz” aqui perto de casa à caça dos ingredientes que faltavam para completar minha canja - um peito de frango com osso, ervas frescas, alguns legumes, uma baguete fininha...
Gente acredito mesmo e tenho tido comprovações de que comida é um troço milagroso. Somos o que comemos e uma boa refeição pode não curar todos os casos, mas que ajuda isso ajuda!
Nada de sopa pronta daquelas de pacote de boteco, mas uma canja bem feita, bem temperada é capaz de curar tristeza, gripe, estômagos maltratados, fígado pedindo socorro, dor de cotovelo é um bálsamo perfeito para os corpos fatigados e os corações tristes. 
Pensem comigo: uma sopa bem feita exigiu que alguém selecionasse todos os ingredientes, lavasse, picasse, ralasse todos eles...É preciso um bom tempero e deixar a poção mágica cozinhar em fogo lentamente.
Tudo feito para você que está precisando de cuidados. Por isso que canja de mãe sempre funciona! Pelo menos aqui em casa esse sempre foi o prato que meus filhos me pedem quando me disponho a fazer algo realmente especial com sabor reconfortante. As mães em geral não percebem, mas são quase todas meio bruxinhas cada uma a seu modo. Mas, voltando à Canja Caprichada e pondo fim ao lero-lero. A receita que indico demanda um pouco de tempo, e é claro que dá para simplificar muito o modo de fazer, mas se der não simplifique e curta o ritual de fazê-la.
Minha receita devidamente adaptada com o passar dos anos
Numa panela de pressão, coloque:

- 1 peito de frango bem lavado inteiro com osso,
- 1 cebola grande descascada e cortada em 4,
- 4 dentes de alhos cortados em 4),
- 2 cenouras descascadas e cortadas grosseiramente,
- um amarrado de cebolinha, salsão, salsinha, 1 folha de louro, 
Complete a panela com água até cobrir tudo e coloque o sal e uma colher de vinagre.Tampe a panela e leve ao fogo médio.
Enquanto o caldo cozinha lave 4 batatas médias e corte em pequenos cubinhos é opcional mesmo; Depois que a panela começar a chiar conte de 15 a 20 minutos e abra a panela (devidamente).
Retire o peito do frango e reserve.
Com um mix ou liquidificador bata o calado com os bagaços dos temperos e a cenoura, vai ficar um calado mais espesso.
Volte o caldo à panela e acrescente os cubinhos de batatas para cozinhar.
Antes que as batatas fiquem moles acrescente meio copo de arroz cru (sem lavar) deixe levantar fervura e acrescente umas lascas do frango desfiado. Vigie o tempo para que tudo cozinhe. Acrescente água fervida aos poucos se necessário e corrija o o sal. Apague o fogo e acrescente um punhado de salsinha picadinha por cima.
Na hora de servir já no prato regue com um fio de azeite e polvilhe queijo ralado se quiser... hummmmm.

25 comentários:

  1. ai, ai, ai que fome... adoro canja
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei a dica!
    Parabéns pelo blog!
    Beijos,
    Luciana
    www.coisinhasdaluespejo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Realmente, uma sopa é sempre reconfortante e dá uma sensação de carinho no corpo. Mas eu não gosto de canja, prefiro outras combinações.
    ;)

    ResponderExcluir
  4. nossa, Santinha!
    que vontade, fez saudades da mãe e da avó.
    o filho e o namorido não gostam de canja, então faço raramente...
    acho que agora não vai ter jeito, fiquei com o gosto e, enquanto não comê-la não sucesso.
    bjkinhas e um lindo findi semana

    ResponderExcluir
  5. Santinha querida , agradeço de coração teu carinho nos dias dificeis com o pai, o apoio das amigas é muito importante nessa hora , agora etsá bem e melhorando já quer vir trabalhar ehehehe. A canja é uma delicia mesmo, sempre faço lá em casa , vou vir pegar tua receita pra fazer qualquer hore , bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Oh, Yvone!
    Que cara gostosa que tem essa canja! Bati o olho e a barriga roncou... kkkkk...

    Obrigadíssima pela dica! :)

    ...
    Muitíssimo obrigada pelos elogios ao Bicha em seu comentário, viu?

    E tudo, tudinho que disse sobre a Claudia é verdade mesmo. A bonita é show de bola! :)

    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  7. Yvone,

    Gostei muito dessa receitinha e do lero-lero que a precedeu, principalmente... Realmente comida de mãe é meio mágica!

    Concordo que algo feito com energia boa e amor pode não fazer milagre mas levanta o astral de qualquer cristão. Afinal, somos todos energia, não é mermo?

    Hoje estive lendo seus artigos no site que vc indica na barra direita aqui do seu blog e amei... Realmente aprecieitodas as postagens. Bem escritas, objetivas, com abordagens diretas e claras.

    Além de bem escritas, mostram a sabedoria de quem já descobriu a beleza e o valor das coisas simples, seja um pôr-do-sol ou um abraço carinhoso.

    Vi que temos interesses parecidos, pelos temas de seus textos: vc falou de casa, família, férias com crianças, decoração, empregadas domésticas, relacionamentos, enfim... um pouco disso eu já falei no meu cantinho também.

    Resumindo, virei fã do seu cantinho.

    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Huuuummmmmmmmmm!!!
    Deu até vontade, e olhe que não sou fã de canja...hahahahahahaha...
    Delícia de afago na alma que é uma tigelinha fumengante e cheirosa. Verdadeira "confort food"!
    Bjks e bom fim de semana Yvone! ;)

    ResponderExcluir
  9. hummm mas ate roncou a barriga agora.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  10. Mamae adora sopa. Tem dia que a Andrea chega e ainda faz uma deliciosa.
    Eu gosto, mas não muito. Elas adoram.
    Com carinho
    Um bom fim de semana
    Monica

    ResponderExcluir
  11. Confesso que por ser vegetariana, não como mais canja. Mas sopas, principalmente uma levinha como a canja de galinha, cura qualquer mal!

    Fiz algo parecido, como vc fez. Esses dias eu sentia que um resfriado bem grandão estava batendo na porta. Aí eu corri e peguei alguns legumes, salsinha, fiz uma sopa muito gostosa e dormi feliz. Juro, no outro dia, nem sinal de sintomas!

    Eu também lembro que pedia canja pra mãe toda vez que me sentia doentinha. Realmente, mães são "bruxinhas" sábias!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Santinha, sabe o que descobri?
    Pensa bem, eu estava aqui tendo que colocar umas roupas dentro dos armário(sim, porque disto voce sabe, elas são vestidas , depois lavadas, passadas e pra ficar tudo em ordem precisa das maes, (aqui desta mãe), virando Santa, por enquanto candidata).Daí bateu um sentimento assim de fundeza(rsrsrsrs) na alma e no estomago.Abri o blog e vim até aqui, só pude rir demais, estava aqui a receita deliiciiiiiiosa e com muito amor que voce fez.
    Sabe o que vou tomar?
    Canja,com torradas, minha amiga, conserteza!
    Cura tudo!!!!!!!!!
    Eta mundinho pequeno o nosso!
    Beijos neste seu coração
    Suelly

    ResponderExcluir
  13. Oba! receitinha!!! sempre anoto! hehe
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Ai Yvone... canja me fez lembrar da minha vó... poxa... boas lembranças. Nunca mais comi. Esta receitinha tá demais. Obrigada pela dica e pleo lindo post.
    ótimo fim de semana pra vc querida.
    BjOs.

    ResponderExcluir
  15. É verdade! Essas coisas são deliciosas.
    Adorei a receita da canja.
    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  16. voltei para te agradecer pela preocupação. E a situação da gripe é séria mesmo e só para variar o governo nos deixa na mão de deus!
    Beijos
    Lu

    ResponderExcluir
  17. Hum, que delícia!! Com esse tempinho frio acho que não tem nada melhor, adoooro!!
    Super beijo e um ótimo fds!
    Bj BJ Bj
    Isa

    ResponderExcluir
  18. olá miga! concordo contigo que o melhor cozinheiro é aquele que chega na cozinha e prepara algo legal com amor, sem grandes receitas, fica tudo muito mais gostoso! e realmente ua canja e o que há para os dias frios!aconchega!
    bjs
    lu

    ResponderExcluir
  19. Não sou muito adepta de canja não, mas a sua está com uma cara ótima!! Beijokas!

    ResponderExcluir
  20. Yvone adorei você! hehehe Adorei seus comentários! Vc é chique mesmo heim mulher! hehehe

    beijão

    ResponderExcluir
  21. Voce tem toda a razao, sopa cura tudo até melancolia.
    Amo "sopas", no inverno tomo quase todos os dias e feita em casa, nao gosto de pacotinhos tbem.
    Ja ta salva a receita da canja vou abrir a temporada de inverno com ela.
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Santinha,
    Adoro sopa e reconheço seu poder reconfortante. Uma canja, então, é tudo de bom, porque sempre vem acompanhada de lembranças.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  23. Vá na |dona perfeitinha e veja a minha entrevista
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  24. Adorei a receita de canja, acho que ja tem anos e mais anos que nao como, vou fazer qualquer dia desses a sua receita e depois te falo rsrs! abraços

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto



Visualizações

Categorias