Dicas e truques caseiros

Mulherada da família
Pensando bem, aprendi muita coisa com a “mulherada” de casa. São apenas alguns truques simples e antigos que funcionam até hoje, aliás ainda recebo dicas até hoje mesmo.
Na casa de uma das minhas avós enquanto jogavam cartas observava que espertamente colocavam um cobertor na mesa para jogar e, assim, as cartas não escorregavam. Todos gostavam e ainda gostam de jogar buraco ou pôquer. Ah minha avó também gostava de jogar tranca.

-Vendo aprendi a lavar a cuba da pia, do tanque e revestimentos brancos com sapólio e água quente, para não encardir.
-A colocar um pano de prato seco e limpo entre a panela e a tampa depois do arroz pronto pra não empapar. Eu juro que dá certo. Hoje usam papel absorvente para cozinha.

Vejam com fica soltinho
Minha avó do lado paterno me ensinou a escolher batatas, fazer caldo verde e comprar bacalhau. Essas dicas merecem um post a parte ok!
Aprendi vendo ainda:
-Na hora de descascar legumes ou frutas diziam sempre: a vitamina está na casca. É fato.
-Com elas aprendi que coisa boa se compra na feira. Mas eu não tenho tempo de ir.
-Colocar um pedaço de carvão na geladeira elimina os odores internos e absorve o excesso de umidade.
-Sempre tiravam a gordura das carnes antes de preparar. A gordura da carne vermelha e a pele das aves devem ser retiradas porque, se metabolizadas, são transformadas em colesterol.
-Para equilibrar os nutrientes do organismo uma vez por semana é bom comer alguma verdura crua tipo cenoura, beterraba ou pepino.
-Para que as “pás” do liquidificador voltem a ficar afiadas, basta bater casacas de ovo cru.
-Caso o feijão tenha ficado um pouco salgado, aprendi a adicionar algumas folhas de couve. Além de absorver o excesso de sal, dá um bom sabor ao feijão.
-As folhas dos brócolis podem ser utilizadas em sopas e ensopados e até picadinhas no refogado do arroz de cada dia.
-Há ainda uma receita caseira que aprendi com a nossa passadeira Maria José: Junte um copo americano de amaciante, outro de álcool e complete o aplicador com água. Agite bem. A receita foi testada e aprovada.
-Com todas elas aprendi a não desperdiçar nada. Não que eu tenha aprendido tão bem quanto elas, que já naqueles tempos usavam a água que tinham passado na máquina de lavar, ou do enxágüe do tanque para lavar o quintal, a cozinha e outras áreas.
-Não existia “tapuér” usavam potinhos de margarina vazios para guardar restinhos de alimentos na geladeira. Todas eram super ecologicamente corretas, desde há meio século.
-Minha avó me ensinou a gostar do cheiro de rosas e de mamão. Ela sempre comprava rosas na feira e comia mamão todo dia, o que a deixava com o cheiro da fruta.

E eu continuo me lembrando de tudo, são pequenas coisas que hoje continuo fazendo quase involuntário. Da minha parte repassei para meus filhos, elas para as minhas primas, netos e bisnetos e em todo mundo que veio depois. Agora divido com vocês.
Ensinaram-me a ser uma pessoa boa, decente. Eu tento.
Yvone Pereira

9 comentários:

  1. Nada mais certeiro do que as dicas da vovó! São tiro e queda!
    Adorei suas dicas..
    Um beijo beeeem grande!

    ResponderExcluir
  2. Oi Yvone, peguei na rede um Acróstico procê.
    Passa lá em casa dpois.

    Xêro

    ResponderExcluir
  3. Dicas certeiras... muita coisa me lembram minha mãe e avó. Vou passar mais por aqui mais vezes.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei Yvone ! São lições pra vida inteira né ?!? Obrigada por dividir com agente dicas tão preciosas ... A do arroz , vou tentar amanhã mesmo , depois conto , ok ?!
    Bjão*

    ResponderExcluir
  5. Mas quanta coisa certeira, não? Essa do ovo no liquidificador eu não conhecia, nem a do arroz. E como eu gosto de arroz "al dente", a pobre Patrícia sofre comigo..rss.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  6. Oi querida, finalmente saiu o blog, parabéns!!gostei muito e Vida longa ao blog!!Beijos da prima.

    ResponderExcluir
  7. que dicas maravilhosas amiga, vou anotar tudo...
    eu sou super nostálgica e ler seu post, me trouxe várias lembranças boas da casa da minha avó...

    :)

    ResponderExcluir
  8. Olá Yvone :)
    Estou desde "ontem" a ler seu blog, estou quase a acabar...já vou neste Post!!
    E neste tive de deixar meu comentário. Não sei sua idade, mas devemos andar pela mesma idade e tem tanta coisa em comum... Até as caixinhas da manteiga para servir de "arrumação" e aproveitar as águas... Eu aprendi a lavar os sacos de plástico, os poucos que circulavam na altura, estendiam se e eram super reutilizados, até rasgarem!!!
    Parabéns pelo Blog e por tudo!!
    Cheguei ao seu Blog através de um Blog que sigo e depois fui vendo que temos outros blogues amigos em comum....
    Ah e tb somos do mesmo signo :)
    Um beijinho aqui de Portugal
    ML

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto



Visualizações

Categorias