Clareza


É nestes momentos que percebo minhas fragilidades,
que percebo os limites daquilo que sou, 
as linhas que projeto
os lugares de onde venho e aqueles para onde quero ir.
Sim, quero estar aqui, quero você, e a plenitude que atingem duas almas que se completam,
se consolam, se encontram.
São estes os momentos que se guardam da vida,
são estes os momentos em que se pode ter apenas uma frase a cair pelos lábios quietos:
se morresse agora, morreria feliz.
yvone

4 comentários:

  1. Poxa, Yvone, como você escreve lindo!

    ResponderExcluir
  2. Falando em fragilidade, estou vivendo um momento em que minha fragilidade vem
    sendo testada ao limite, mas estou tirando dessa lição um fortalecimento, um aprendizado pras próximas adversidades, porque delas não estamos imunes.
    Apesar de ruins, são as que guardamos pra vida. O que se aprende não se esquece. Bom domingo!

    ResponderExcluir
  3. E, Yvone, bom quando assumimos nossas limitações e aprendemos que também funciona ( e muito bem ) viver com todas elas. Ainda chegarei lá...Beijo e ótima semana pra vc!

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto



Visualizações

Categorias