Um Ovo


Hoje peço licencinha para falar sobre tudo que podemos fazer com apenas um ovo.
Até para fritar um ovo, é preciso gostar e ter paciência. Se você pegar a frigideira resmungando e a manteiga se lamentando, quando quebrar o ovo, vai ser com mão de pugilista pronto a desferir um golpe fatal no adversário.
Já aconteceu de comigo: Chegar em casa depois de um dia extenuante e não ter a mínima vontade de cozinhar. Bom o primeiro passo é abrir a geladeira como se por acaso fossemos encontrar lá uma refeição prontinha, gostosa só para colocar no micro. E ovo como todo mundo sabe nunca pode faltar numa casa de respeito.
Mããs... Tudo será diferente, se calmamente você escolher a frigideira, dosar a quantidade de manteiga/azeite/óleo conforme sua preferência, deixando o vasilhame por perto (para o caso de ser novamente necessário) ah, quebre os ovos em um prato fundo com cuidado há sempre a possibilidade de haver um ovo estragado e, depois, coloque-os na frigideira lentamente, para que se espalhem por igual.
O fogo médio os deixará no ponto ideal para serem salgados, com bem dosadas pitadas de sal. Quando estiverem prontos, deixo-os escorregar da frigideira para o prato. E, ao usar o bom humor e a paciência, será duplamente recompensada ao comer um prato saboroso sem estar preocupada com à hora de lavar a frigideira.


Quando garota assim que passei a trabalhar fora de casa e chegava fora dos horários das refeições, para não comer comida fria comia ovo quase todo dia. Ou fritava dois ovos bem moles e misturava com arroz. Ah que delicia! Os médicos americanos ainda não haviam descoberto todos os malefícios da gema de ovo, e eu podia desfrutar a vontade!
Alguns anos depois eu me dediquei às omeletes. O momento de virá-las sempre era trágico freqüentemente se despedaçavam. Nesse caso mudava o cardápio para ovos mexidos.

Ovos Mexidos
4 ovos, 2 colheres de sopa de leite, ½ colher de manteiga, sal a gosto. 
Em uma frigideira derreta a manteiga e acrescente os ovos e o leite. 
Tempere com o sal e deixe fritar em fogo baixo, mexendo sempre e lentamente até que comece a endurecer. 
Retire do fogo e sirva acompanhado de torradas ou fatias de pão.

Lembro também da gemada que minha avó portuguesa fazia acrescentando uma pequena dose de vinho do porto que era uma delicia. Dizia que era fortificante, ah e tinha também o ovo quente que a mamãe fazia a gente engolir quase todo dia de manha que era para dar sustança. 
É incrível como um simples ovo pode se transformar em tanta coisa.
Ai vão minhas dicas sobre o ovo nosso de cada dia.
Ovo Quente
Lave o ovo com cuidado para não quebrar. Coloque numa panela, cubra com água. Coloque a metade de um limão dentro da panela para evitar que seu fundo escureça, e que os ovos estourem. 
Leve a panela ao fogo e deixe ferver. Se você gosta da clara dura com a gema bem molinha, conte 4 minutos depois que a água ferver e desligue o fogo.Escorra a água imediatamente e coloque o ovo no suporte. 
Quebre uma tampinha no topo do ovo. Tempere com sal e pimenta-do-reino, e misture bem com uma colher de café.
Omeletes
O modo de preparação mais comum é fritar os ovos numa frigideira, com manteiga ou óleo. Existem várias receitas de omeletes. 

As omeletes podem ser simples ou podemos adicionar outros ingredientes ao gosto da pessoa, como por exemplo: queijo, presunto, cebola em rodelas finas, salsa, bacon, dentre outros.
Pegar os ovos parti-los para uma tigela. Mexê-los até ficar tudo homogeneizado. 


Despejar o conteúdo numa frigideira, fritar por cerca de 3 minutos em fogo médio e dobrar ao meio com cuidado para não desmanchar.
Segure a frigideira com uma das mãos e incline-a para que a omelete caia sobre o prato com a ajuda de uma espátula.


O perfeito ovo pochê

Ovos perfeitos frescos
40 ml de vinagre branco
Modo de fazer:Aqueça 2 panelas com 2 litros de água sem sal. Numa acrescente o vinagre e leve para ferver. Quebre cada ovo (que devem estar na temperatura ambiente) numa xícara ou numa vasilha pequena para verificar sua frescura.
Despeje os ovos um a um, na panela com vinagre bem no ponto em que a água estiver fervendo mais. Diminua o fogo em seguida e deixe cozinhando por três minutos.
Teste levantando um ovo com a escumadeira e toque delicadamente com o dedo para verificar se a clara está bem coagulada e a gema bem macia. “Lave” cada ovo em seguida usando a escumadeira e mergulhando cada um na outra panela só com a água quente (por tanto com o fogo desligado). Apare cada ovo, retirando as irregularidades das claras, para que fiquem com a forma bonita. Coloque os ovos sobre o papel absorvente para que escorram



Segredo da Santinha-Ovo Pochê aprendi com um chefe de cozinha no curso de hotelaria numa passagem pelas cozinhas) - facílimo de fazer:
Unte com manteiga uma forminha de pirex, coloque o ovo e cozinhe em banho-maria. Quando estiver no ponto, retire o ovo da forminha. Este também fica perfeito e não dá nenhum trabalho – EU GARANTO.


Ovo frito no micro
Pode. Mããsss fure a gema senão..., meia hora limpando o forno! Faça experiência com o tempo de cozimento. Pois cada forno tem uma característica. Se cozinhar demais, fica parecendo remendo de pneu.Mas se cozinhar pouco pode não matar as bactérias que costumam ter nos ovos.
Alias, há uma controvérsias - Ovos de boa procedência, cozidos devagar e no tempo certo tem 100% de chance de serem esterilizados.
Num refratário coloque para aquecer no microondas margarina ou azeite. Programar o microondas para derreter a margarina ou aquecer o azeite. Dependendo do aparelho, o tempo para derreter a margarina varia de 30 a 50 segundos enquanto que para aquecer o azeite varia de 4 a 6 segundos.
Retirar o refratário do microondas e quebre o ovo na gordura que se formou.Tampar o refratário e levá-lo novamente ao microondas por no máximo 2 minutos - ATENÇÃO, NÃO ESQUEÇA DE COLOCAR O OVO SUBMERSO NO ÓLEO DENTRO DO MICRO-ONDA, PODE DANIFICA-LO, POR CAUSA DA SUJEIRA QUE FARÁ. TAMBÉM JÁ FIZ E DEU SUPER CERTO!



Última notícia sobre o ovo:

O ovo já foi considerado um dos maiores vilões das artérias. Acreditava-se que o colesterol da gema fosse prejudicial Até que os cientistas mudaram de idéia. Um ovo por dia não faz mal, passaram a afirmar. Quem, durante décadas reprimiu o prazer supremo de furar a gema de um ovo frito sobre um punhado de arroz e não foi indenizado, aproveite agora.
Sobre o ovo - Nos últimos anos, descobriu-se que o aumento do colesterol no sangue depende de características individuais. Entre as pessoas saudáveis, o consumo de um ovo por dia não faz mal; Fonte: Ana Paula Lins, Anita Sachs (nutricionistas), Durval Ribas Filho, presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, Mário Maranhão, ex-presidente da Federação Mundial de Cardiologia.
Vai um ovinho ai!

Bom Apetit!

12 comentários:

  1. Santa, infeliz do tempo que um ovo era um ovo, feliz de agora, que um ovo é o novo... viajei... mas um ovinho de gema mole com um pão frequinho, crocante, com a casquinha perfurando a fragilidade daquela pelinha, escorrendo aquele amarelão.... hum. principalmente se for os ovos que meu pai mandou semana passada, amaréééélos... bj e boa semana

    ResponderExcluir
  2. Tu é mesmo uma santa viu...quem diria que um simples ovinho iria gerar tantas receitas heim?
    eu particularmente adoro um feijao no caprichom, com uma farofinha, arroz e um ovo frito por cima...tudo de bom.
    beijo

    ResponderExcluir
  3. muito legalseu blog , eu sou Arquiteta de Dourados MS e meu blog é sobre arquitetura e interiores...vale a pena dar uma conferida..abraços vcsenatore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Meninas é td de bom esse ovinho heim!!
    Na semana que passou resolvi fazer um arroz fresquinho só para mim e sem nenhum acompanhamento. Enquanto estava fazendo o arroz, lembrei de uma matéria que li anos atrás que dizia que arroz também se come sozinho, por gosto ou tradição, e ainda como alimento medicinal. Fiquei com aquilo na cabeça... Assim que desliguei o fogo com o arroz ainda bem úmido (deixei passar um pouco de propósito) coloquei no prato e comi purinho uiuiui!!!!!! Mas eu estava com mais fome e foi ai que me lembrei do ovo com arroz e a gema molinha dos tempos de adolescente. O sabor desse aroz de que fica uma papa é uma delicadeza tão grande que parece comida de anjo . Guardei várias receitas ao longo dos anos sobre a lição de sutileza de uma “papa de arroz”. Dia desses volto nesse assunto – Só arroz e arroz só!

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu sou simplesmente louca por ovos. Aliás, acho que vivo a base deles, rs. Amo ovo cozido e o pochê então, hum que delícia! Melhor parar por aqui pq já estou ficando com fome!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oieee!

    Ah como é bom ovo!! De todos os tipos, formas e jeitos!

    Eu tb sou fã de furar a gema do ovo no arroz, q dilíciaaa!!

    Bjão, saudades mil!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Santinha!
    Parabéns pelo post super apetitoso!!! Mas lembrando que os ovos já estão inseridos em diversos alimentos prontos que consumimos: massas com ovos, alguns tipos de pães, bolos e salgados de forno, diversos doces, etc. Adoro ovos, mas cá em casa comemos com parcimônia...
    Beijins!

    ResponderExcluir
  8. Que legal esse post. Eu amo um ovinho mexido com orégano...

    Viva o Ovo!!


    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Nossa!!! que nhami!!! Também gosto de ovo de tudo quanto é jeito!!!Menos cru...argg
    hehehhhe
    bjokas

    ResponderExcluir
  10. Gosto de ovos mexidos e omelete! Ou mesmo cozido que tbm e uma delicia!
    bjins

    ResponderExcluir
  11. Otimas dicas! Adorei ovo poché... vou fazer com vinho branco... disseram que é ótimo!

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto



Visualizações

Categorias