quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Envolvendo as crianças nas tarefas domésticas


Crianças não nascem organizadas, educadas, obediente etc., muito pelo contrario, algumas delas não aprendem nunca - que o digam adultos de agora.
Existem pessoas que são incapazes de ser organizadas. Vá viajar e peça-lhes para molhar as samambaias, e quando voltar o caos se instalou.
Ninguém nasce sabendo e educar é obrigação dos pais. Não adianta querer que as escolas façam tudo – Disciplina, educação, bons modos, colaboração e organização a gente aprende dentro de casa.
As crianças têm mais necessidade de exemplos do que de críticas, acreditem. Não sou nenhuma especialista em psicologia infantil, mas a experiência de ser mãe de três me mostrou onde eu errei e acertei.
Quero falar de onde acertei e dividir com vocês aproveitando a semana em homenagem a elas.
Todas as pessoas deveriam saber fazer os serviços básicos de uma casa. Mesmo que venham a ter funcionários, só poderão orientá-los se souberem como é feito e isso é fato.
A limpeza da casa também faz parte da educação dos pequenos

A criança deve aprender a fazer, para respeitar o serviço feito por outros, quando ela aprende que dá trabalho manter um banheiro limpo, uma sala, um quintal, provavelmente aprenderá também a fazer menos sujeira e manter as coisas em ordem e limpas. Devem desde cedo aprender a guardar seus brinquedos, recolher objetos do chão, organizar seu quarto, e também podem ajudar nas tarefas diárias da casa.

Para elas é uma diversão mexer com água, brincar com o aspirador e se bem conduzida, essa tarefa pode ser muito produtiva para a criança.
Ela aprende a identificar produtos de limpeza, sua verdadeira função e não estará tentada a mexer neles, sabendo que são perigosos e que servem apenas para limpar objetos.
Dê condições para a criança ajudar

Muitas vezes um banquinho ajuda, para ela alcançar a pia. Compre ou faça um avental do seu tamanho.
Esse ritual ajuda a tornar a tarefa mais lúdica. 
Secar e guardar a louça também. Identificando as peças, para que servem e onde devem ser colocadas. 
Sempre com a supervisão de um adulto.

A partir dos cinco anos você pode introduzir essas tarefas que costumam ser prazerosas para ela.


Arrumar brinquedos e livros. 
Levar a roupa suja para a área de serviço, colocando dentro do cesto. 
Ajudar a alimentar os animais de estimação. 
Limpar o pó
Ajudar a limpar comida espalhada ou bebidas entornadas.
Ajudar a arrumar as compras de supermercado.
Participar na preparação dos alimentos.

Ajudar a lavar o carro é uma tarefa que elas gostam muito. Dê uma balde pequeno, um pano de limpeza, igual ao que o pai está usando e deixe elas se divertirem. Sempre acabam ajudando também.

Elogie sempre, mantendo-as motivadas.
Entre 8 e 12 anos, são perfeitamente capazes de aumentar as suas responsabilidades e cumprir as suas obrigações, desde que o façam de forma contínua. Pode ser útil estabelecer uma rotina em que é sempre ela que lava a louça do pequeno-almoço ou varre o seu quarto.
Quando adolescente, estará mais preparada para viajar sozinha, tanto a passeio como para estudos - Quando adulta saberá assumir o comando de uma casa.
Até príncipes aprendem essas tarefas. Porque não nossos reizinhos?Todo o aprendizado é importante, aprender nunca é demais.
E limpeza e organização do lar são extremamente úteis, afinal uma casa organizada e limpa é muito mais aconchegante e todos se sentem melhor. Cada casa é um microcosmo, onde os habitantes zelam por seu bem estar, os filhos devem ajudar também. 
As mulheres hoje assumiram muitas funções, trabalhando fora e essa ajuda é bem vinda e aumenta os laços entre todos os membros da família.
Algumas tarefas para elas
• Recolher o lixo e colocá-lo lá fora.
• Pôr a mesa e retirá-la depois da refeição,
• Dobrar peças miúdas de roupa, depois de lavadas,
• Guardar as roupas nas gavetas,
• Guardar os CDs e DVDs no lugar,
• Varrer o quintal e a calçada,
• Pegar as correspondências.
Incentivos
Utilize esse instrumento, na medida em que o serviço estiver concluído, por exemplo, alguém pode assistir ao seu filme favorito, um desenho, vai jogar vídeo game brincar com outras crianças, sair para comer um big Mac. 
Para os adultos também funciona assim. Primeiro as obrigações depois a diversão nénão?!
Entre erros e acertos acredito ter conseguido atingir a minta meta.
Criar filhos significa, basicamente, ensiná-los a passar sem nós e isso eu consegui.

Os nossos filhos precisam da nossa presença mais do que dos nossos presentes. Pensem nisso.

29 comentários:

amabile disse...

ótimo post , sempre ensino e peço ajuda aos meus pequenos , pode ser divertido pra els , educativo e um alivio pra nós mães que temos tudo e mais um pouco a fazer

Adriana Lemos disse...

Parabéns pelo post Yvone. Ainda não tenho filhos, mas desde pequena minha mãe nos coloca pra fazer pequenos serviços dentro de casa, agora, depois de grande, a gente dá muito valor a esses ensinamentos!!!
Bjos flor

Ozenilda Amorim disse...

Concordo com o que você diz, crianças devem ser ensinadas para saberem viver melhor e isso é tarefa dos pais. muito bom o seu texto.
;)

Cláudia Ramalho disse...

Onde é que eu assino embaixo, D. Yvone?
Desde meus 11 anos, assumi a cozinha da casa da minha mãe. Aprendi a cozinhar esturricando o feijão, solando bolos, queimando o arroz, escaldando a carne e grudando o macarrão. Ela ficou sem empregada alguns anos, durante os quais eu e minhas irmãs menores aprendemos a cuidar de uma casa.
Eu sempre preferi a cozinha e elas se viravam na arrumação. Hoje eu tenho a sorte de ter 2 empregadas, coisa rara em tempos de hoje. Poderia não ser assim. Mas já fiquei sem ninguém e me vierei sozinha por mais de um mês. Mesmo com casa grande, duas filhas pequenas e trabalhando fora.
Acho que trabalho infantil não é bicho de 7 cabeças. Ao contrário, desde cedo os pequenos devem saber que fazem parte da família e devem ajudar nas tarefas. As minhas já fazem pequenos trabalhos. Mas já está na hora de aumentar a listinha... Valeu por me lembrar.
BJks.

Olhos Verdes disse...

Que demais este post! Tem muitos pais que não incluem o(s) filho(s) nos afazeres diários... A Minha adora ajudar na cozinha, lavar os legumes, colocar a mesa, quebrar o ovo e enrolar a massa do pão de queijo. Mas arrumar a cama e os brinquedos tenho mais trabalho, pois ela foge sempre, rsrsrs Um dia tenho esperanças de que os pedidos não serão mais necessários e que a sua participação será total. Para as mamães de primeira viagem como eu, muita força!
Um grande beijo amiga!!!!!

Fabiano Mayrink disse...

Tambem acho certo, quando eu era criança eu era muito arteiro, mais sempre estava perto de minha mãe onde quer que ela fosse, e aprendi muito com ela, nao lembro se realmente eu ajudava nas tarefas do dia a dia, mais por ter sempre a observado e acompanhado hoje sei fazer inumeras coisas domesticas e nao passo aperto, sou um rapaz prendado kkk, um enorme abraço!

Ana Carolina Peixoto disse...

Yvone, adorei as dicas! Hoje a Malu tem 1 ano e 3 meses e já peço para ela me ajudar a guardar os brinquedos dela. É um cbom começo para idade dela, não?

Eu lembro que varria o quintal da casa de praia obrigada! Mas para ir para praia tinha que ajudar. E arrumar a cama antes de ir para escola? Eu odiava. Hoje, moro numa casa com o maridão e, apesar de ter empregada 3x na semana, recebo muita gente no fds e acabo ficando na função. O que seria de mim se os meus pais não tivessem me "obrigado"? Provavelmete, eu teria que ter muito din din para ter muitas pessoas me servindo. A casa é grande, jardim, cachorro... Deu para imaginar? rs! Mas teho que confessar... Acordo muito cedo e não faço a cama! Rs! Essa meu pai ia brigar! rs!

Bjs,
Carol

Lucila Zahran Turqueto disse...

Adorei! Além de ser bacana para as crianças, pode se tornar uma diversão para todos. As fotos estão super bacanas. bjs

analu disse...

Amei! Só fazendo é que aprende, sempre procurei fazer isto com minhas filhas e agora faço com minha neta.Os adultos tem que dar espaço para as crianças. Beijocas Ana Lucia

Anna disse...

Muito boa as dicas, quando eu era criança sempre minha avó fazia isto comigo.
Foi muito bom para minha vida.
Parabéns pelo blog maravilhoso!

Isabel Cristina disse...

Oi Yvone, este post serviu direitinho para mim!! Adorei as dicas, pois tenho uma filhinha de 03 anos e gostaria muito que ela se tornasse uma pessoa colaboradora e organizada. Colaboradora eu sou e sempre fui com minha mãe, tenho problemas com a questão de ser organizada, neste aspecto eu peco muito!! E não gostaria de passar isto para ela, para mim é difícil, pois tenho que me policiar o tempo todo! As crianças têm que se envolver nos serviços sim, e os pais precisam ter jogo de cintura para fazer com que isto seja prezeroso para elas. Eu aprendi que nunca devemos dizer a uma criança "Faça Isto!" Mas sim, "Que tal fazermos isto?" Beijocas e ótimo fim de semana

Rosi disse...

Yvone
Que delícia de post, muito explicativo, um incentivo para aqueles pais que acham que por se tratar de uma criança, não pode fazer serviços domésticos.

Somos em quatro irmãs e minha mãe sempre trabalhou fora, e por essa razão aprendemos a fazer de tudo desde pequenas. Quando éramos adolescentes e queríamos sair no sábado a noite, a condição era faxinar a casa. O esquema era dividir as tarefas entre as quatro e deixar tudo um 'brinco', minha mãe conferia a limpeza, ficava contente e nós podíamos chegar às 11h em casa, mas caso alguma de nós chegasse separada das irmãs ou após o horário determinado, não sairia na próxima semana, mesmo que fizesse a tal faxina.

Já meus sobrinhos (meninos) já sabem lavar a louça e banheiro (daquele jeito!!!), retiram o lixo, arrumar a cama. Minha irmã ensina que todos os homens devem saber as tarefas domésticas desde pequenos e utiliza meu cunhado como ótimo exemplo, já que sabe até cozinhar.

Adorei o post de verdade, me deu até a ideia de escrever sobre o assunto.

Ah, como de costume, hoje lá no Mundinho tem entrevista especial. Passa lá.

Um ótimo final de semana.

Claudia disse...

Aqui em casa, sempre houve divisão de tarefas - todos, pai, mãe, filhos têm suas obrigações e dessa forma, não pesa pra ninguém. Pedro Henrique, do alto dos seus 3 anos, já sabe que tem que guardar os brinquedos, é claro que às vezes, baste a preguiça, mas ele já está aprendendo.

Querida, vc comentou lá no blog sobre o meu pé de acerola, mas ele não é o da foto não - a foto é do galho de amora, o pé de acerola está plantado no quintal, mas ainda é pequeno, tem cerca de 1,5m de altura.

beijos

calma que estou com pressa disse...

olá! concordo contigo plenamente! eu fui criada neste sistema, chegava sabado era tudo repartido - as tarefas eram tiradas num papelzinho(credita) nunca esqueço disto, e minha mãe já naquela epoca não tinha machismo não , era meu irmão, meu pai, minha irma , minha mãe e eu cada um com suas tarefas, me lembro que no final eu fazia os arranjos com flores ,colhidas no nosso quintal mesmo, e aquele cheirinho de cera, de casa limpinha e depis de tarde era pão feito em casa, então imagina o cheirinho de lar! e agora eu tenho que fazer a história, entao lá vamos - é michel com umas tarefas, milena com outras, marido com outras, e e com outras-pq aqui não temos empregada e nem diarista - e arrumamos a casa toda - e estou ensinando meus filhos para quando eles tiverem que se virarem - e tb que esta casa é responsabilidade deles tb!
belo post - adorei!
bjs

Paulinha Vieira disse...

Yvone! Concordo plenamente com seu post! Quando eu era pequena minha mãe ensinou exatamente desta forma. Quando eu era adolescente me senti um ET em relação as minhas amigas que nao faziam nada... Hoje adulta não me canso de agradecer minha mãe pelos seus ensinamentos. É preciso aprender, até mesmo para mandar, rsrs, minha mãe sempre me falava isso! Parabéns pelo post! Bjão

analu disse...

Santinha! voltei! Tem selo para ti no blog! Isto se quiseres, fique à vontade. Se tiveres duplicado, não te preocupes. Um bom final de semana, Beijocas Ana Lucia

Casa Corpo e Cia. disse...

Excelente post Yvone!
Eu não tenho filhos ainda, mas com certeza quando tiver serão educados desta forma. É muito importante sim, e principalmente os pais darem bons exeplos, pois os filhos se espelham nos pais.

Um ótimo fim de semana!

BjOs,

Re.

Paco disse...

Yvone, concordo com tudo que disse, alias fui criada assim,tive que aprender todas as tarefas domésticas ensinadas pela minha Avo.Esse tema é sempre muito oportuno,vejo hj alguns Pais em verdadeiros "apuros"alguns até submissos aos filhos.Um caos!!
Esse assunto rende muito.
bjs
Susi

Cláudia Ramalho disse...

Sua dica de embalegem foi preciosa e já ensejou uma atualização do post do porta-absorvente.
Obrigada!

marcelo dalla disse...

Excelente! Passei pra retribuir a visita e adorei seu espaço. Já virei freguês. Senti aqui as melhores qualidades virginianas. Parabéns!
bjossss

Edna Fadinha disse...

Oi Querida faz tempo que não passo por aqui.
Faço isso com meus alunos ,eles são responsáveis pela organização dos brinquedos e da sala.Vou orientando o que eles devem fazer e a maioria adora.
Tenha um ótimo FDS!
Bjs

Uma Mulher de Fases disse...

Oi Yvone, muuuuuuito obrigada pelo seu comentário lindíssimo no meu blog, foi bom conhecer a tua história também! Imagino que se pra mim foi difícil em plenos anos 2000 desistir de um casamento por outro, penso como deve ter sido na tua época!
Bem, quanto à inserção das crianças nas tarefas domésticas, concordo e assino embaixo, eu com 6 anos aprendi a arrumar o meu quarto, minha mãe era extremista, quando eu não arrumava ela jogava tudo no chão de novo (a bagunça que eu tinha feito, claro) e me fazia arrumar, deu certo, hoje ela mesma diz que eu sou uma dona de casa melhor do que ela!
Os meus pequenos já guardam seus próprios brinquedos e de maneira organizada, não jogam tudo em alguma caixa ou algo assim!
Vou devagar, meu filho não vai escapar porque é menino, afinal, não quero nora reclamando no futuro, é ou não é?

Beijos e muito obrigada pela visita!

monica@c2lan.com.br disse...

Oie, adorei seu blog!

Já faço isso e acho que é necessário mesmo pra qq pessoa. Eu fui uma que nunca fiz nada, minha mae naum deixava, e qdo casei, naum sabia o que vinha primeiro: varrer ou tirar pó?? um desastre..rs..

qq hora penso nisso e posto algo no meu blog, com a foto do meu pequeno!!

bjins e parabéns!

Mônica Landgraf
Designer de Interiores

Rafaela Fajardo disse...

Ah!Muito legal esse post!
Aqui nos EUA eles têm muito essa cultura de ensinar a criança desde de cedo ajudar nas tarefas domésticas!Eu faço isso com minhas crianças!
Tem uma musiquinha que canto pra eles assim:
"♫ clean up,clean up,everybody everywhere ♫ "
Beijos

Renata Muniz disse...

Olá Yvone, adoro seu blog.
Recentemente recebi um convite da Natália Garcia do site casa.com.br para add o gif no meu blog. Você sabe como funciona?
Obrigada e sucesso sempre!!!

Francy disse...

Adorei o seu post, sempre fui dessa filosofia de ensinar os pequenos a se virar desde cedo; quando tiver filhos vou fazer isso certamente. Bjs

helenzinha disse...

Que post maravilhoso!!! Que pena que não o encontrei dois anos antes. Sou pedagoga e meu trabalho de conclusão de curso foi exatamente sobre os benefícios das atividades da vida diária quando bem ensinadas aos nossos pequenos e os problemas que a falta disso pode trazer para eles na aprendizagem. Obrigada por nos brindar com sua experiência.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Mell Santos disse...

Adorei, tenho uma filha de 8 anos e vejo que não tô fazendo muito como deveria, pq acho sempre que ela não tem idade pra isso, sempre prefiro que ela me ajude olhando a irmã mas nova com 2 anos e eu arrume td, mas a partir de hj isso td irá mudar. Obg adorei as dicas parabéns pelo blog tô amando.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails