Happy uma cadela de RAÇA!

Clique aqui e conheça a história de abandono da Happy
Hora de ir para casa - no colo da minha caçula
Acho que a maioria dos leitores que visita o Casas sabe do meu amor incondicional aos bichos, especialmente aos cães. Hoje é com imensa alegria que compartilho com vocês a mais nova integrante da nossa família
A Happy.
Depois de meses pensando no assunto, e já com muitas saudades de ter um bichinho por perto, selecionei essas três peludinhas – Meu coração bateu forte pela Happy.
Nina contato email: sarahabdala@yahoo.com.br


Muitas pessoas fecham os olhos para o problema do abandono. Fingem que não vêem os bichos nas ruas ou acabam comprando um animal de “raça”. Eu mesma comprei há anos atrás a Tuquinha uma poudle linda, meiga e inteligente que além das saudades que deixou, trouxe muitas alegrias à nossa família. Morreu há cinco anos.


Não tenho nada contra cães de raça, mas depois que adotei pela primeira vez um cão vira lata, nunca mais pensei em comprar.
Descobri com eles o que é gratidão e amor incondicional.

São mais resistentes, mais obedientes, independentes e aprendem a fazer as necessidades no local adequado com facilidade, sem contar que são extremamente amorosos, companheiros, fiéis como qualquer outra raça. Se não mais.

Nessas minhas andanças nos últimos meses a procura da minha amiguinha, houve momentos que precisei parar a busca por um tempo.
Comecei a me envolver com as histórias de abandonos e maus tratos, com a situação precária dos abrigos, das dificuldades que as entidades e “anjos protetores” da causa passam; - Resgatam animais abandonados, atropelados, doentes, perdidos... Depois os acolhem, cuidam, castram e em seguida começa a maratona para ajudar encontrar bons lares para esses peludos tão sofridos e necessitados de amor. Cheguei a pensar em desistir para não ver mais tanto sofrimento.

A realidade dos abrigos dos animais
Só quem já visitou um abrigo de animais sabe do que eu estou falando.

Existem vários tipos de abrigo: alguns são pequenos, com poucos animais, o tipo de local que a maioria dos protetores acaba construindo e que fica muitas vezes em sua própria casa. Nestes, os animais tem alimento, proteção, mas nem sempre têm atenção e carinho.

Tem também aqueles maiores, que pertencem a sociedades protetoras, onde os animais muitas vezes sofrem por falta de alimentos e cuidados. Neles há superlotação. Segundo uma das protetoras que conheci é rotina mortes causadas por brigas, disputa por território, alimento e até disputa por atenção. Nestes locais os cães e gatos estão sempre tristes, apáticos ou, ao contrário, tornam-se tão agitados que não conseguem relaxar nunca. 

Por tudo que os animais são obrigados a suportar, é importante que o abrigo seja sempre encarado como local transitório, uma casa de passagem e não lar definitivo para cães e gatos.

O certo é que sempre paira um ar de tristeza e resignação sobre os abrigos. Isto porque todos os animais que lá estão foram um dia abandonados e mesmo os que se perderam de suas casas ficaram traumatizados, pois nas ruas passaram por muita privação e medo.
Eles se tornaram seres inseguros que têm receio de nos decepcionar, de fazer algo errado e de sofrer novamente.

Alguns dos anjos que os protegem

Marta e o marido Pet Feliz - Protetores da Happy


O abandono e a posse irresponsável são as principais causas do problema, e como solução a imensa maioria deles tem apenas o final de vida cruel das prefeituras.


Se cada pessoa que compra um bichinho optasse pela a adoção, com castração é claro, certamente não teriam tantos animaizinhos abandonados nas ruas e abrigos e a exploração desses animais não teria mais razão de existir.
Mas, assim como algumas pessoas abandonam, outras se desdobram e fazem de tudo para corrigir esta falha. E eu vi.


Se você não pode adotar um bichinho desses ou já tem o seus, pode apadrinhar um deles para ajudar os que atuam no amparo e proteção a animais abandonados.
Separei esse LINK do Adota Cão que disponibiliza endereços de norte a sul do país de animais para adoção e apadrinhamento em sua região.
Adotar um cão vira-lata não é só o inicio de uma relação de intensa amizade como também é ótimo para o bolso.

Esses animais já vêm castrados, vermifugados e vacinados. E se o “tomba” escolhido esta na fase adulta (meu caso), já estão poupados plantas da casa e os pés de mesas e cadeiras da destruição de um filhote travesso.

Quando perguntam por aí: se você fosse um bicho qual seria? Todos respondem coisas como águia, leão ou tigre. Eu demorei pra descobrir, mas hoje eu respondo de boca-cheia.
Se eu fosse um bicho, eu seria um vira-lata. Desses amarelos.
Divulguem e ajudem a Salvar Vidas!

20 comentários:

  1. Olá,

    Parabéns pela iniciativa! Também adotei uma a dois anos atrás. Sempre amei animais, mas sou totalmente contra se comprar, já que os abrigos estão cada dia mais abarrotados.
    A minha, não troco por nada!
    E só não tenho mais, porque eu moro em ap.
    Felicidades com a mais nova integrante da família :)
    Beijos,

    Andreia
    http://universoemcores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Yvone, também acho os vira latas amarelos os mais especiais! Outro dia quase adotei uma na rua. Ela me seguia e eu adorando, quando ela parava de seguir eu chamava. Fiquei tanto tempo decidindo o que fazia... moro em apartamento, pequeno, e marido não gosta de animais dentro de casa, eu também os prefiro no quintal... Acabei deixando a bichinha, morrendo de dor no coração, rezando para me mudar para um casa!
    Felicidades à nova integrante da trupe. Que ela faça mesmo vocês muito felizes, e seja feliz demais por aí.
    Um grande beijo e ótima postagem!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Santinha!

    Se pudesse trazia todos aqui pra casa!!! Tenho uma amiga que faz praticamente isso em seu sítio em Itaipava. Ela já acolheu mais de 30 câes até agora, e mais muitos gatos!!!

    Ó!! Tem Promoção nova rolando lá no blog! Não deixe de passar lá pra participar!

    Beijins,
    Andrea Guim

    ResponderExcluir
  4. Aqui em casa adotamos um gatinho, o Félix, após passar a vida me decepcionando com os gatos que, de raça, nem me davam bola, estou babando por ele. Nunca tive um gatinho tão amoroso e obediente como ele, parece até que é cachorro, quando chamo, ele vem miando.
    Aff, quanta babação,rss
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Adoro cães e gatos, na minha casa tenho três vira-latas que foram adotados, pegos nas ruas ainda filhotes. Meu Pai sempre adota tamém e nós amamos todos. Pena que a maioria das pessoas não teem a mesma disposição que a nossa! Vale muito a pena!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Lindo seu texto. Me comoveu mto e acho q todos q amam animais, independentemente de raça ou não.
    Tenho um lhasa, tem 2 anos, é meu "filho", não vivo sem ele, me ajudou mto a sair de uma deprê severa. Por isso, tenho mais um motivo para amar mto mais os animais.
    Por mim, eu teria um canil imenso em casa, pois não resisto a um olhar de cão... porém, moro em apto, super pequeno e com um monte de vizinhos chatos, q já se encomodam com os latidos do meu.
    Quem sabe daqui a alguns anos eu não realize o meu sonho.
    Parabéns pela adoção. A Happy é linda! E o seu gesto, mto mais.
    Um gde abraço.

    PS: conheci seu blog através do copy&paste

    ResponderExcluir
  7. ¡Está preciosa Happy! Y será tan feliz con su nueva familia como su nombre lo indica.
    un abrazo,
    Rebeca

    ResponderExcluir
  8. Yvone, concordo com tudo que disse e sei que pelo tanto que amo esses peludos faço muito pouco por eles. Parabéns pela Happy ,ela é linda tem um um olhar doce. Enviei o link que vc indicou para algumas pessoas que pensam como voce.
    beijo

    ResponderExcluir
  9. Nunca comprei cachorro, as minhas são de rua...também nunca fui a um abrigo. Mas as minhas eu cuido com zelo e muito amor. Beijocas e parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Acabamos de perder a nossa Tuca. Ainda não acredito!
    mas temos a Sol, que está lá radiando felicidade
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  11. Linda iniciativa, concordo plenamente. Eu tambem não tenho nada contra animais de raça, mas nós tambem podemos acha-los abandonados em abrigos...A culpa desta situação horrivel dos abrigos é de quem compra, não confio em pet shops que vendem animais, mas acredito que o maior vilão é quem compra.
    Cachorro é cachorro, e todos sáo LINDOS!!
    Eu também adoro gatos, já adotei dezenas deles, os pego nas ruas...
    Parabéns pelo blog e obrigada por ajudar esses animais fofos!
    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  12. Olá querida!!!!!!!! My God, que coisa mais fofa!!!!!!! Esse post me despertou um misto de emoções. Fiquei comovido pela história dos bichinhos, indignado, admirado... e com vontade de adotar um também. Excelente post!!!!!!! E parabéns pela iniciativa, a happy é demais! :))))
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Me encantan los perros y qué bonita iniciativa.

    Enhorabuena. Es preciosa!

    ResponderExcluir
  14. Yvone, acho admirável esse seu lado franciscano. Belo post!
    Ah, muito obrigada por seu comentário naquele post polêmico. Vc sempre lúcida e racional. Tb gosto do seu jeito de ver a vida, pé no chão, desapegado, dando valor ao que realmente tem valor.
    Um abração,
    Cláudia

    ResponderExcluir
  15. Yvone, que bom que vc. adotou a Happy! Parabens...
    Eles sao TAO gratos, á quem os adota...
    Só de pensar que terão uma caminha quentinha, comidinha, amor, carinho, cuidados...
    Pra nós que amamos bichos, nos enche o coraçao de alegria.
    Que Deus te ilumine e proteja, e recompense por esse lindo gesto de amor.
    Bjos minha amiga....saudadesss, su

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Adorei seu post! As pessoas abandonam os cachorrinhos como quem abandona um objeto que não se quer mais! Mal sabem o quanto estão perdendo!
    Beijo
    Liz

    ResponderExcluir
  17. Amei...sua iniciativa...já está la´no meu blog!!!
    Já virei seguidora também..eu amo cachorro,tanto que tenho três...amanhã vou postar as fotos deles...hehe!!!
    é um pecado abandonar essas criaturas tão fiéis e carinhosas!!!
    Beijos Mery Valle!!!

    ResponderExcluir
  18. Ela é muito fofa. E parece muito "Happy". Com certeza será super amada e bem tratada. Parabésn pelo gesto de carinho!...
    Abçs,
    Ana

    ResponderExcluir
  19. Um dos blogs mais lindos q já visitei sobre casa e decoração...e ainda ajuda na causa animal...parabéns! Muitas felicidades!

    ResponderExcluir
  20. Yvone, chorei MUITO aqui lendo este post, eu amo animais, tenho 2 e nunca fui num abrigo por pavor, eu acho que não aguentaria ver os bichinhos tristes lá... penso em adotar um animal, quero mais um, mas estou esperando a hora , sabe? Tbm. já pesquisei pela internet afora e li estórias de cortar o coração...
    Amiga, vc. é linda, parabéns por este post maravilhoso e cheio de generosidade!!!
    Sua Happy é um anjo, igual a você!!!
    Beijossssssssssss e um lindo feriado pra ti
    Vero

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto



Visualizações

Categorias