Dia de nhoque da sorte


Cresci vendo minha mãe fazer nhoque na mesa da cozinha. Adorava ver aquele monte de farinha espalhada e as mãos rápidas fazendo as ‘cobrinhas’. Amava ainda mais ver passar o garfo, de um por um, para dar formato final e ‘selar’ a massa. Anos mais tarde aprendi que vincar os bolinhos do nhoque com o garfo, na verdade é um truque importante para ajudar a segurar o molho depois de servido. Os italianos dizem que para fazer um bom nhoque é preciso ‘sentir’ a consistência certa da massa, em vez de medir a quantidade dos ingredientes, por essa e por outras razões acredito também que para fazer um bom nhoque há de se ter um mínimo de experiência na cozinha.


Já falei sobre esse assunto aqui no blog e hoje queria passar algumas dicas dos especialistas sobre os truques que às vezes as receitas não explicam.

Tudo começa na hora de escolher as batatas; dizem que o maior inimigo do bom nhoque é a água.
Tem que usar batatas mais secas vá sem medo naquelas batatas mais velhas, com uma cara triste, murcha. Elas estão mais ressecadas por dentro, com menos umidade, e fazem os melhores nhoques como a batata asterix e a holandesa. Por tanto quanto mais seca menos farinha resultando em um nhoque mais leve e saboroso.


Outra dica é cozinhar as batatas com casca para absorver menos água; 
Deve-se também amassar as batatas assim que retirá-las da panela para que possam perder o excesso de água que será liberado pelo vapor que sai delas quando amassadas evita que não de ponto certo;
Depois de amassadas é importantíssimo para um bom resultado deixar esfriar por completo as batatas amassadas;

Depois de misturar todos os ingredientes, a água para cozinhar já deve estar fervendo, pois se misturarmos todos os ingredientes e não cozinharmos em seguida pode não dar certo, então é muito importante também assim que acabar de fazer as bolinhas elas já devem ir para á água fervendo, conforme vão ficando prontas (é o passo final para um bom resultado).


Após subir as bolinhas retira-las da água e colocá-las imediatamente em água gelada para que possam resfriar e parar o cozimento. 
Minha avó retirava as bolinhas da água deixava escorrer um pouco e colocava os nhoques numa assadeira previamente já untada com óleo e ia guardando no forno que também já estava quente o fogão tinha uma estufa que ajudava a deixar o nhoque quentinho até servir sem cozinhar e ficava super bom.

Neste link tem dez receitas deliciosas com a massa.

Para deixá-los mais inspiração gostaria de convidar a todos que assistam a este vídeo amorosamente elaborado, com luz e trilha sonora perfeita de como preparar um clássico molho pesto. O vídeo é de uma simplicidade encantadora.




Este dia 29 de maio para mim têm sabor de festa, pois é o dia do aniversário da minha filha. 

O post de hoje é dedicado a essa linda mulher, por ter crescido assim tão cheia de vida, de alegria, enchendo nossos dias de amor e de orgulho.
Parabéns nessa data querida e que muitos e muitos anos você tenha pela frente para realizar todos os sonhos maiores. 
Com amor mamãe.

Sofá & Cia

O blog anda de bode numa seca danada nénão? Até tenho algumas novidades, mas não há nada pronto para editar e a vontade de escrever esta em baixa. Por aqui ultimamente só tenho publicado os movimentos e novidades que vejo em outros blogs, de resto quando escrevo por impulso (estou sempre escrevendo) são amontoados de coisas que nem sempre têm a ver com a proposta deste cantinho.
O blog continua em alta com as visitas (estáticas), isto porque acredito que desde que iniciei há quatro anos, sempre procurei dar o meu melhor. 

Quem conhece este espaço já leu e viram centenas de dicas sobre a casa, rotina e descobertas das mais variadas. Mas, não dá para ficar inventando do nada e também não gosto de postar apenas para “encher linguiça” essa é das antigas heim?

Peço desculpas por não conseguir manter a freqüência que gostaria de postar, e também por estar meio off nos blogs dos meus amigos. Momentos de recolhimento também são tão importantes quanto os de explosão. Acredito que nossa força criativa reside exatamente nesta alternância.

Depois de anos blogando sem férias, tenho certeza que para manter o bom nível do conteúdo que conquistei até aqui, preciso selecionar com muito carinho os temas para abordar, afinal a blogosfera tá cheia de informação bombamdo e eu detesto ser repetitiva ou cansativa.



Enquanto nada acontece, tenho andado às voltas na criação de um pequeno espaço do lado de fora da casa, para cuidar das plantas; - ferramentas de jardim, vasos, mudas, um local para deixar a terra, os adubos à mão... Enfim uma espécie de cantinho destinado à organização do jardim, que fique bonito e que eu não precise gastar muito. Ainda não tenho nada para mostrar, só mesmo algumas inspirações.




Finalmente criei vergonha na cara e resolvi comprar um sofá confortável para a sala de TV, ah que saga! 

Exatamente esse.
Resolvi apostar em uma linha mais moderna desses modelos que são retrateis e com encosto reclináveis. Acabei comprando só retrátil porque o sofá não fica encostado em nenhuma parede, e os modelos reclináveis que eu vi eram muitos trambolhões. (Para quem estiver em São Paulo posso dar o nome da loja que fica na Teodoro Sampaio e as condições etc.)
Medidas do sofá 2,40X1,05X1,45 (aberto) retrátil - todo aberto é uma cama de casal maravilhosa.
Outro detalhe diferenciado que pesou bastante para decidir pela compra, foi o fato de saber que a própria fabrica executa a reforma/troca de tecido quando o cliente desejar, precisar ou simplesmente enjoar, afinal, ninguém melhor do que quem fabricou para fazer reparos e troca de tecidos.

Hoje, antes sair de casa para comprar um produto é possível entrar em contato com as opiniões dos usuários na internet, saber das dicas atualizadas e comparativas com produtos concorrentes, sem contar com o vasto material de divulgação que circula através de revistas, folhetos etc. o que pode tornar a escolha mais demorada, mas, em compensação, mais certeira.


Depois de uma breve pesquisa, saí de casa com três coisas em mente: 
- Só compraria o que tivesse a pronta entrega; 
- bom preço; 
- e garantia total de no mínimo três anos. Encontrei o que queria e com garantia de cinco anos.


Sobre a garantia
Atualmente existe uma gama imensa de produtos e serviços cada vez mais similares, com preços cada vez mais iguais e a decisão de compra fica por conta, quase que exclusivamente, do atendimento do vendedor e da garantia de fábrica.
Questiono a ética de uma empresa, que dá apenas um ano de garantia para um sofá caro. Ninguém compra sofá todos os anos. Entrei em muitas lojas conhecidas que ofereciam um ano na estrutura e seis meses no tecido, não acho correto e nem me inspira confiança.
Para resumir só sei que não existe sofá decente e barato, que atenda às condições mínimas para este tipo de aquisição; - estruturas de madeira maciça e certificada ou de metal, requisitos básicos para garantir durabilidade mínima e resistência;
Foto Casa.com

-se possuem percintas elásticas (tiras elásticas que lhe conferem maleabilidade) ou/e molas de aço; 
- espuma de qualidade e com densidade adequada; 
- tecido apropriado que não esgarce e deforme em pouco tempo; 
- Por último possuir garantia que cubra todos os componentes do sofá por um prazo decente.


foto casa.com


Encontrei aqui dicas profissionais atualizadas que achei bem bacanas; Aqui, e também AQUI.
Já comprei um cesto e agora estou comprando mantinhas e almofadas novas. 
Cia para meu sofá nénão?


Por enquanto agradeço de coração a todos que me lêem que me enriquecem com seus comentários, e aos que mesmo no silêncio me ensinam cotidianamente.
Uma linda semana a todos!
Ah, não deixe de ler os comentários, é sempre muito útil. 

Tapete sobre tapete

Já há alguns anos venho notando que cresce o uso da sobreposição de tapetes como uma ótima alternativa para renovar os ambientes da casa, principalmente quando começa a esfriar, além é claro de ser uma forma bastante econômica de dar um up na decoração, já que dá até para dispensar a compra de um tapete enorme ou ainda apenas para esconder manchas e aumentar a área a ser coberta.
via Fisrt

Desde a semana passada venho lavando e arejando alguns deles aqui em casa, com a chegada do frio gosto de espalhá-los pelos cantos para aquecer e trazer aconchego.

Pode parecer estranho na primeira vez, mas gostei de algumas idéias que vi por ai e vou experimentar juntar o que tenho em casa e ver no que dá. Por em quanto deixo algumas idéias que gostei e me inspirou.

Ideia perfeita para esconder defeitinhos via 
Via Country Living

Agora vamos combinar: Esse tapete é tudo de bom nénão?

Uma abraço caloroso e até a próxima viagem.



Visualizações

Categorias