Limpeza de segunda feira

Limpa sem riscar
7 dolares aqui
Chinelos limpantes - Esse áté dá para fazer, encontrei aqui

E como diz o ótimo texto “Arrume a sua casa” da Lena Gino,
Arrume sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

Desejo uma linda semana a todos!

Por uma vida mais leve

Muito se tem falado em desapego: desapego em relação a bens materiais, ao dinheiro, às pessoas ou a um relacionamento, desapego em relação a uma situação que incomoda e persiste ou até mesmo o desapego quanto à situação feliz que já passou, mas que por insistência ou falta de treino ainda estamos demasiadamente apegados.
Esta semana em uma das minhas incansáveis busca por uma vida mais leve, por mais espaço e praticidade fiz mais uma daquelas arrumações que quando você termina se sente mais leve...
Uma das coisas que mais gosto de fazer, é organizar o guarda-roupa e armários em geral e aproveitar para tirar objetos que não uso mais.
Hoje divido com vocês apenas três passos que aprendi ao longo dos últimos anos que me ajudam a praticar o desapego.

Em primeiro lugar pense e analise comigo: Objetos, móveis ou roupas devem ser usados. O que é usado constantemente nos faz feliz, fica à mostra na estante, nas paredes, na sala, no sorriso, nos encontros.
Então, fique atento: Percebeu que tem coisas que não estão mais cumprindo a função, passa para frente para que ele volte a ter utilidade junto a quem precise (pense nas pessoas mais intimas ou nas instituições). Em meio à arruação percebi que tinha um aparelho de som antigo, mas ainda em bom estado de uso que não usava há séculos – Doei para uma amiga. Ela ficou tão feliz que eu ganhei a semana.

O segundo passo é analisar fria e conscientemente se você ainda se identifica com os objetos ou roupas. Na maioria das vezes percebemos que tem coisinhas entupindo todos os cantinhos da casa que não tem mais nada haver conosco. Dá para preservar muitas coisas, peças mais clássicas, por exemplo, que nunca saem de moda.

Por último não tenha medo de se arrepender! Desentulhe-se, abra espaço para o novo e se permita a novas sensações - Se mesmo assim ficar em dúvida sobre reter ou não alguma coisa faça uma experiência pessoalmente: Guarde uma seleção de peças que não usa mais em algumas caixas ou malas durante seis meses para testar a possível falta que elas farão.

Praticar o desapego é um hábito que acontece de dentro para fora, não adianta forçar, deve acontecer como um tratamento – Você quer parar de fumar? Quer emagrecer? Quer ter uma vida mais saudável? Você sabe o que tem que fazer. Esse pequeno selinho peguei no blog Denefrestando, num ótimo post sobre a arte de praticar o desapego – Junte-se a nós!
Exercitar o desapego é assim também você só precisa querer.


Galho seco

Mais algumas idéias do estilo “fácil de fazer”. Galhos secos decorados com flores artificiais. Acho lindo. O truque é encontrar o galho ideal, com um formato interessante e escolher flores que combinem. Vale colocar em jarros, dependurar na varanda... Quando enjoar ou empoeirar é só desfazer e montar outro... Simples assim...
Galho Seco

não me sabia
secreta
quando dormia
e quando o sono
se alongava
já não era a noite
tela vazia
onde bordam-se sonhos
até que seja dia

quando o sono
se alongava
eu me perdia
no espaço infindo
da alma fugidia
que pranteando
ou sorrindo
se desfazia

não me sabia
inteira
quando entendia
de dormir o sono
da folha travessa e iludida
de um galho seco caída

Filtro dos sonhos

Lembram das famosas toalhinhas de crochê que as nossas avós viviam fazendo para colocar sobre os móveis? Já tinha mostrado aqui algumas idéias para reciclar aquelas toalhinhas antigas de renda e crochê.
Hoje quero mostrar outra idéia que deu certo com as toalhinhas que ainda pipocam nas minhas gavetas. Algumas estão meio puidinhas com a ideia de virar filtro dos sonhos. Uma segunda chance de se tornarem as teias trançadas de linhas, e os antigos aros de bordar de madeira simbolizando a roda da vida.
Se limpa quando é exposto a sol. Caso a teia se rompa deve ser devolvido aos elementos da natureza, água, terra ou fogo. A função do filtro dos sonhos é a de afastar as energias intrusas e incorretas que presas na teia se dissipam com os primeiros raios do sol. Eu curto – Saiba mais por aqui.
Encontrei um blog super bacana que fala um pouco mais sobre o assunto e deixa o pap para fazer esse filtro dos sonhos acima - bem fácil.

Tecendo sonhos
Para encerrar este post sobre o Filtro dos sonhos gostaria de dividir um pequeno raciocínio sobre eles.
Sonhamos o tempo todo.Sonhos pequenos, sonhos só seus, sonhos de uma coletividade, sonhos de um mundo ideal, sonhos impossíveis...
Ao longo da nossa vida sonhamos tanto que os sonhos vão se dispersando e no meio de tudo se perdem. Mas, chega uma hora que intuitivamente temos que aprender a organizar e focar os sonhos mais próximos, mais importantes, mais possíveis de se realizar no momento presente. A pergunta é: o que falta para concretizá-los? O que depende de mim? O que ainda posso fazer?
Se preferir ao invés de olhar pra isso como sonho, pense em o que realmente é importante pra você, o que ao final na sua vida faria a diferença, te traria sensação de paz, de satisfação, de uma vida realizada? É um exercício, assim como desapegar. 

Deixe os sonhos passar da mente para o coração.Tornam-se mais vivos, reais e mais fortes.

Como tudo na vida tem um por quê, há obstáculos muitas vezes colocado por nós mesmos. É só remover e recomeçar com a chance de fazer melhor sem os erros cometidos anteriormente. Eu acho que parece uma mágica, é de repente! Posso dizer que para mim tem dado certo e de alguma forma mudei.
Agora, por exemplo, uma daquelas coisas que planejava um dia começar, comecei. 
Aos poucos vou aprendendo a trazer para o plano material as idéias e metas que desejo para mim.Não é uma receita mas tem da certo.

E você é o tipo de pessoa que vai atrás dos seus sonhos?

Pereirão – Marido de Aluguel

Foto: Divulgação – Rede Globo
Semana passada, respondendo ao um e-mail de uma leitora me perguntando sobre onde aprender como se tornar “Professional organizer”, até preparei um post Especial sobre a resposta, lembrei na hora da personagem da novela das 9, adoro a novela das 9!, “sobre o ganha pão da Pereirão”, interpretada com muita propriedade pela atriz Lilia Cabral.
Na trama é conhecida pelos vizinhos como marido de aluguel, exercendo funções pesadas, como as de eletricista e mecânico – Meu Deus; Por que eu não pensei nisso antes!! Teria aberto uma pequena empresa – Não dá para cuidar de tudo em uma casa e esse serviço não temos como dispensar.

Vou ter que pular tudo o que gostaria de dizer sobre a atriz Lilia Cabral da qual sou muito fã, aliás, depois da Mercedes em Divã, livro, peça, filme e a série me rendi incondicionalmente.

O fato é que numa rápida pesquisa pela internet a Griselda já é realidade para muitas mulheres e o mercado de trabalho é bom e cresce a cada dia.
Isso porque a mão de obra anda cada vez mais escassa e super valorizada. O tempo que temos (homens e mulheres) é curto para solucionar pequenos reparos que não têm hora para aparecer.
Tempos atrás conheci uma amiga de uma amiga que tinha se tornado zeladora de um edifício no litoral paulista que fazia de tudo um pouco. Era a alegria do condomínio; instalava varais, prateleiras, consertava chuveiro, torneiras pingando, pequenos entupimentos. Começou por acaso depois que o marido morreu e ganhava muito bem.

Recentemente, ao deixar meu carro por uns dias numa dessas grandes redes de estacionamento, percebi que tinha muitas mulheres no serviço como manobristas.
Dias depois ao chegar à porta de um restaurante desses bacanudos em São Paulo, fui recebida por uma “valet”, uau! Gostei viu!
Intrigada com as duas coincidências em apenas uma semana, resolvi fazer uma pesquisa rápida pela internet e soube que a idéia partiu de uma empresa no ramos de estacionamentos XX Park (não vou fazer propaganda) resolveu criar um serviço inovador no Brasil: mulheres-manobristas.
Os motivos? Lindas e sorridentes modelos, hábeis na direção, recepcionam e estacionam os carros dos clientes mais exigentes em eventos concorridos da cidade de São Paulo. Ah, segundo a empresa elas ganham três vezes mais que seus colegas homens. O serviço ganhou as páginas da Folha e da Veja e de algumas emissoras de TV.
Nos EUA, as mulheres atuam como manobristas há décadas. Eventos glamorosos como festas de Oscar e Grammy são sempre feitos com serviços de valet femininos.
No Brasil, o serviço tem provocado surpresas e tem ganhado fãs.

Fuçando um pouco mais pude notar que as recentes contratações por outros setores da economia antes só executados por homens, já é uma realidade concreta; são eletricistas, azulejistas, pedreiras, pintoras, motoristas de caminhão de empilhadeiras...
A inserção de mulheres nestas profissões ditas masculinas, antes uma meta da área de RH em muitas empresas - passou a ser a aposta para qualificar essas potenciais profissionais, que já se destacam durante determinados cursos e treinamentos.

As companhias elétricas de vários estados do Brasil, por exemplo, estão oferecendo treinamento e capacitação para eletricistas mulheres. Segundo elas, as mulheres são mais atenciosas no desenvolver das atividades e têm mais cautela para executar o serviço. Pelo que pude concluir o critério de seleção prioriza a competência e o talento, mas a habilidade feminina nos detalhes e na observação foram cruciais para a decisão dessas empresas.


Outro segmento é a construção civil, principalmente na área de acabamento.
Segundo o gerente de engenharia de uma construtora conhecida, a função de azulejistas já é preferência nas contratações – São mais cuidadosas, organizadas, limpas e servem de exemplo para os outros profissionais. De acordo com o mesmo gerente, o salário de uma azulejista fica em torno R$2 mil a R$ 3 mil mensais.
Pedreiras, carpinteiras, pintoras... Estão crescendo aos montes, devido à delicadeza, à visão de detalhes muito mais apurada que a masculina.

Se alguns ainda consideram o trabalho de uma organizadora profissional um luxo para poucos, e reclamam na hora de pagar a conta, ter na sua agenda o endereço de uma pessoa que sabe fazer de tudo um pouco para solucionar pequenos reparos da casa é essencial e caro!

Apesar do sucesso do Pereirão, as empresas prestadoras de serviços para o lar afirmam não conseguir encontrar uma mulher para trabalhar nesse ramo.

E você já pensou em ser um “Marido de Aluguel”?


Visualizações

Categorias